Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Núcleos de Inclusão
Início do conteúdo da página

Núcleos de Inclusão

publicado 04/05/2015 18h05 | última modificação 20/03/2019 21h00

NÚCLEOS DE INCLUSÃO: NAPINE E NEABI

O Instituto Federal do Maranhão (IFMA) tem ciência da sua missão e responsabilidade em ofertar uma educação fundamentada nos princípios da inclusão social, tendo em vista a garantia dos Direitos Humanos. Em seu planejamento, o IFMA busca incluir atividades, políticas e programas educacionais voltados para responder tal necessidade.

Por meio da Resolução Nº 030, de 11 de junho de 2014, do Conselho Superior (Consup), o Instituto criou a Diretoria de Direitos Humanos e Inclusão Social (DDHIS), que se propõe a mobilizar a comunidade acadêmica e a sociedade maranhense para viabilizar atividades educativas que sensibilizem gestores, servidores (docentes e administrativos), estudantes, pais e/ou responsáveis e a comunidade, para promoverem ações que contribuam na melhoria das relações interpessoais desse público, além de apontar alternativas de solução para as problemáticas que envolvam a garantia dos direitos das pessoas no dia a dia da instituição bem como da comunidade em geral.

Além da DDHIS, o IFMA mantém em sua estrutura núcleos de inclusão social que pretendem contribuir para a promoção de políticas e programas de ações afirmativas.

O Campus São Raimundo das Mangabeiras tem em sua estrutura os núcleos de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas (Neabi) e o de Atendimento às Pessoas com Necessidades Educacionais Específicas (Napne).

NAPINE

O Núcleo de Assistência às Pessoas Portadoras de Necessidades Especiais – Campus SRM é um órgão que foi institucionalizado através de portaria normativa. Ele é voltado a diagnosticar e dar suporte a pessoas que apresentem limitações de alguma natureza. O NAPNES-SRM se encontra em fase de estruturação. Atualmente o núcleo se encontra em fase de consolidação de quadro de pessoal e aquisição de equipamentos. Em 2015 foram realizadas reuniões para se definir os equipamentos a serem adquiridos. Entre 2014 a 2016 o NAPNES-São Raimundo das Mangabeiras realizou diagnósticos dos alunos com algum tipo de limitação física ou psicológica, realizou treinamentos de prática de vidente, acompanhou casos específicos de limitações . Para 2018 foram definidos 5 eixos de ação entre os quais: 1º EIXO DE AÇÃO: Seminário do NAPNES 2018. 2º EIXO DE AÇÃO: Diagnóstico dos alunos com limitações e solicitação de intérprete 3º EIXO DE AÇÃO: infraestrutura. 4º EIXO DE AÇÃO: estabelecimento de parcerias 5º EIXO DE AÇÃO: treinamento de monitores e docentes.

NEABI

Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indiodescendentes (Neabi) do Instituto Federal do Maranhão, institucionalizado pela Resolução CONSUP nº 008/2010, de 20 de janeiro de 2010, foi instituído com o objetivo de “constituir um núcleo temático, para execução de práticas pedagógicas no desenvolvimento de pesquisa, ensino e extensão voltada para o estudo da diversidade, consolidando a observância das leis 10.639/2003 e 11.645/2008”. Este núcleo tem como objetivos:

a) consolidar as diretrizes e demandas das comunidades Índio descendente e Afro-brasileiras para uma educação efetivamente Inclusiva.

b) construir um diálogo permanente entre o ensino, a pesquisa e a extensão como ferramentas para a implementação da educação intercultural;
c) colaborar para a efetivação das Leis Nº 10.639/2003 e Nº 11.645/2008, através das ações do NEABI;
Estabelecer o Discussões anuais sobre a educação intercultural.

No Campus São Raimundo das Mangabeiras o núcleo tem a participação de servidores e alunos e se reúne semanalmente para realização de estudos e preparação de projetos. O NEABI realiza 03 atividades anuais: Semana Indígena, Semana da Mulher e Semana da Consciência Negra.

CEPELI

O Centro de Estudos, Pesquisa e Extensão da Linguagem- CEPELI, tem a missão de fomentar a criação de espaços de ensino e aprendizagem de línguas, de pesquisa, formação profissional e de extensão, em todos os campi do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão.

São objetivos do Centro de Estudos, Pesquisa e Extensão da Linguagem-CEPELI:

  1. a)promover culturas como meio de integração, socialização do conhecimento e promoção da interculturalidade;
  2. b)formar servidores e discentes em uma ou mais línguas, visando à mobilidade acadêmica e à cooperação internacional;
  3. c)qualificar professores para ministrar cursos no âmbito da linguagem;
  4. d)qualificar professores de línguas para serem aplicadores de testes de proficiência internacionais e para ministrar aulas em cursos preparatórios para os referidos testes no IFMA, como centro aplicador reconhecido;
  5. e)encaminhar discentes e servidores, interessados em mobilidade acadêmica internacional, para realizar exames de proficiência internacional;
  6. f)aplicar testes de proficiência para servidores e discentes, bem como para a sociedade em geral, interessados em mobilidade internacional ou ingresso em cursos de pós-graduação no Brasil;
  7. g)preparar alunos estrangeiros para o Celpe-Bras (Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros);
  8. h)oferecer cursos para fins específicos;
  9. i)ofertar curso de Língua Portuguesa e Cultura Brasileira para Estrangeiros, nas modalidades presencial e a distância;
  10. j)ofertar cursos de aprimoramento na língua portuguesa, prática de leitura e produção de textos, bem como cursos de redação oficial para profissionais da área administrativa, empresarial, entre outros;
  11. k)ofertar cursos de línguas de sinais;
  12. l)desenvolver pesquisas relacionadas ao ensino e aprendizagem de idiomas;
  13. m)ofertar seminários e cursos de formação continuada na área de ensino e aprendizagem de línguas;
  14. n)fomentar a inserção de tecnologias digitais aplicadas ao ensino de idiomas;
  15. o)viabilizar produção de material didático pedagógico.

Os atuais componentes deste núcleo no IFMA Campus São Raimundo das Mangabeiras (Portaria nº 45/2019, 15 de março de 2019) são os seguintes:

Tiago da Costa Barros Macedo (SIAPE 2272519) – Coordenador

Alexsandra Morais Lins (SIAPE 3002428) – Secretária

Gabriela Mesquita Teixeira (SIAPE 2408256) – Membro

Klessia Maria Freitas Costa (SIAPE 3040381) – Membro

Vivianny Martins Ferreira (SIAPE 1882620) – Membro

Suziany Leite Nascimento (SIAPE 1081110) – Membro

Ruth Martins Coelho (SIAPE 2999106) – Membro

Fim do conteúdo da página